Notícias

Uniodonto efetiva 1/3 de seus jovens aprendizes

Escrito por Ana Paula Soares

10 SET 2021 - 14H00

APRENDIZ

Em agosto, a Uniodonto voltou a contar com jovens aprendizes no seu quadro de colaboradores, após um período de suspensão do programa, devido à pandemia. Historicamente, cerca de 1/3 dos aprendizes recrutados pela Cooperativa são efetivados, o que demonstra a importância e o valor dessa iniciativa na formação de mão de obra qualificada nos diversos setores da economia.

Nessa nova fase, foram admitidos aprendizes para os setores de Cobrança e de TI. “Para esses jovens, o programa é muito bom, porque podem vivenciar a experiência prática, que não se aprende na escola, nem na faculdade”, explica Luis Murilo Cestari, gerente de TI. “Para nós, é um reforço na equipe, pois a demanda na nossa área é grande, temos que atender aos colaboradores e também aos cooperados.”

“Nosso objetivo maior na contratação de um jovem aprendiz é capacitá-lo, visto que, na maioria das vezes, ele não tem experiência profissional, concorda Fábio Aguiar, gerente financeiro. “Da parte dele, o importante é demonstrar proatividade e vontade de aprender.”

Conheça o programa – De acordo com a legislação, empresas com mais de sete funcionários precisam ter de 5% a 15% de jovens aprendizes entre seus colaboradores. A Uniodonto mantém parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola, via Sescoop/SP para o recrutamento, seleção e treinamento de seus jovens aprendizes.

Antes de iniciar suas atividades, o jovem passa por um período de três semanas de treinamento no CIEE, onde aprende sobre seus direitos e deveres e recebe orientações sobre postura, comportamento e relacionamento dentro da organização. Uma vez na Uniodonto, ele cumpre uma jornada diária de seis horas, com uma hora de almoço, estando sempre acompanhado de um tutor, na sua área de atuação.

Por meio da inserção de adolescentes e jovens no mundo trabalho, o programa Jovem Aprendiz contribui para a sua formação pessoal e profissional, potencializando o exercício da cidadania, empregabilidade e protagonismo, de modo que se torne agente transformador de sua realidade.

Adolescentes e jovens que estejam matriculados e frequentando o ensino fundamental ou médio, ou que tenham concluído o ensino médio, podem participar da iniciativa.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Fazer login

Esqueci minha senha

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ana Paula Soares, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.