Notícias

Será que o doce realmente faz mal aos dentes?

Com a proximidade da Páscoa, além do chocolate, o consumo de produtos açucarados é mais constante

Escrito por Uniodonto

20 JUL 2019 - 14H20 (Atualizada em 27 NOV 2020 - 17H35)

Será-que-o-doce-realmente-faz-mal-aos-dentes

Com a proximidade da Páscoa, além do chocolate, o consumo de produtos açucarados é mais constante. Mas até que ponto a ingestão de doces é nociva à saúde bucal?

Os cuidados com a saúde bucal devem ser mantidos durante todo o ano, mas com a chegada da Páscoa, a ingestão de doces - e principalmente do chocolate - tende a aumentar significativamente. Logo, é essencial que todos, independentemente da faixa etária, atentem-se aos cuidados com a saúde bucal.

De acordo com a Uniodonto São José dos Campos, as doenças mais comuns ligadas ao consumo de doces são as cáries e a periodontite (gengival). “Elas são causadas pela ingestão de açúcares ao longo do dia, que, somada às falhas na escovação, multiplicam as bactérias causadoras desses males”, explica a Cooperativa.

Como é difícil permanecer impassível em frente às guloseimas ao longo do feriado, a dica é ficar atento às opções com uma consistência “pegajosa” nos dentes – inimigas de uma boca saudável, por serem mais propícias à formação da placa bacteriana. “Porém, é importante ressaltar que, após o consumo de qualquer outro alimento, é preciso higienizar os dentes. Isso porque, cinco minutos após a ingestão, as bactérias causadoras da cárie já começam a agir”, reforça a Uniodonto SJC.

Quanto à higienização mais importante do dia, a Cooperativa afirma que à noite é o principal período devido à diminuição do fluxo salivar, deixando, consequentemente, a boca mais ácida - fato que resulta em um ambiente propício ao desenvolvimento de placas bacterianas. “A saliva é um protetor natural contra a cárie”.

Aos que utilizam aparelhos ortodônticos

Neste caso, os cuidados após o consumo de doces devem ser ainda mais intensos, como a utilização da escova interdental, unitufo, entre outros. “Os doces podem ser ingeridos à vontade nessa época do ano e sempre, desde que haja tempo para escovar logo depois. Portanto, com a rotina atribulada, para facilitar, é melhor consumi-los após as refeições - antes da higienização”.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Fazer login

Esqueci minha senha

Boleto

Carregando ...

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Uniodonto, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.